Precisa de ajuda? Não hesite em nos contatar.

Post: Fraude em Criptomoedas: A Investigação do Esquema de Pirâmide da Trader Group

Fraude em Criptomoedas: A Investigação do Esquema de Pirâmide da Trader Group

Hoje em dia, encontra-se em curso uma série de investigações envolvendo esquemas financeiros fraudulentos. O aumento das fraudes financeiras tem sido visto com preocupação por diversos segmentos da sociedade, em especial pelos órgãos que atuam no setor de investimentos e finanças.
Nos últimos anos, o número de brasileiros cadastrados na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, atingiu o recorde histórico, de 5,8 milhões. O número, embora visto como positivo por demonstrar o aumento do interesse da população sobre o tema, também acende um alerta: a falta de educação financeira dos indivíduos, considerado um fator que aumenta a tendência de que as pessoas se tornem vítimas de esquemas fraudulentos.
De acordo com pesquisa realizada, em 2020, pelo Centro de Estudos Comportamentais e Pesquisas, ligado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os indivíduos com maior conhecimento acerca de modalidades de investimento se mostraram menos propensos a serem vítimas de fraudes financeiras.
Uma das últimas investigações que ganhou notoriedade no país tem relação com o esquema de pirâmide da empresa Trader Group.


Investigação do Esquema de Pirâmide da Trader Group


A empresa Trader Group está sediada no Espírito Santo (ES), mas tornou-se conhecida em todo o país e ganhou popularidade por estar envolvida em uma investigação sobre esquema de pirâmide financeira e fraude envolvendo criptomoedas.
A companhia possui a sua própria plataforma de investimento e foi responsável por atrair pessoas de vários estados com promessas de alta rentabilidade sobre o capital aplicado, que podia passar de 15%.
Em maio de 2019, a empresa se tornou alvo da investigação denominada de Operação Madoff, após suspeitas da Polícia Federal de que ela estava executando o “Esquema Ponzi”.
As investigações entraram em curso, inicialmente, pois se suspeitava de que a empresa Trader Group estava operando como pirâmide financeira. A empresa recebeu uma ordem de parada emitida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que, no entanto, foi desobedecida, o que agravou a situação. Isso resultou na aplicação de uma multa de R$ 14 milhões.


Investigação da Trader Group em curso e apreensão de bens


A investigação faz parte da Operação Madoff, que foi deflagrada com o intuito de investigar a atuação ilícita da Trader Group. A empresa alegava que a sua atuação era no mercado de criptomoedas, todavia, o grupo realizava esquema de pirâmide financeira.
Em maio, a Polícia Federal realizou mandados de busca e apreensão nos estados do Acre, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, em uma ação que mobilizou 43 agentes. Essa operação teve como resultado a apreensão de quatro veículos de luxo, 2.8 bitcoins e um testamento que trazia orientações sobre como usar as criptomoedas.
A investigação estima que a empresa tenha emitido mais de R$ 38 milhões irregularmente. Durante entrevista concedida para o portal ES Brasil, em janeiro de 2019, o líder da empresa, Wesley, afirmou que a companhia já tinha mais de 950 clientes. É importante deixar claro que, até o momento, não se sabe qual é o verdadeiro número de vítimas.
Durante o curso de investigação a Trader Group teve bens confiscados, redes sociais e atividades financeiras suspensas e contas bloqueadas.

 

Atuação do escritório Calazans e Vieira Dias


O escritório Calazans e Vieira Dias, em julho, por meio do Instituto de Proteção e Gestão do Empreendedorismo e Relações de Consumo (IPGE), foi responsável por ajuizar uma ação civil pública contra a Trader Group.
O objetivo é o de possibilitar a busca por uma compensação coletiva para as vítimas do esquema de pirâmide financeira da empresa. Essa ação pode ser mais produtiva do que o ajuizamento de processos judiciais individuais.
Dentre os objetivos da ação pública coletiva, podemos citar:


• Busca pela restituição financeira das vítimas.
• Fazer com que a empresa passe por uma avaliação judicial, o que pode contribuir para que as vítimas sintam que houve uma conclusão para o caso.


Em casos de fraudes financeiras de larga escala, que envolvam um grande número de vítimas, a ação coletiva pode ser a maneira mais efetiva de conseguir buscar justiça para o grupo.
Além disso, deve-se reforçar que as investigações do esquema de pirâmide da Trader Group são mais um indicativo de que é preciso ter diligência na hora de decidir investir.
Antes de buscar altos rendimentos, é necessário se aprofundar no tema e procurar desenvolver a educação financeira. De acordo com pesquisa realizada, em 2020, pelo Centro de Estudos Comportamentais e Pesquisas, ligado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os indivíduos com maior conhecimento acerca de modalidades de investimento se mostraram menos propensos a serem vítimas de fraudes financeiras.
Um dos sinais que pode indicar que a empresa atua de forma fraudulenta é a oferta de um retorno bem acima da média e em um curto período de tempo. Isso porque pessoas que procuram por um modo de aumentar o patrimônio rapidamente podem ser atraídas por esse discurso que, no entanto, se trata de promessas infundadas.
É necessário, também, antes de optar por contratar os serviços de investimento de alguma empresa do setor, buscar saber se ela está oficializada e possui autorização para atuar pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão estatal vinculado ao Ministério da Fazenda e responsável por fiscalizar, normatizar, disciplinar e desenvolver o mercado de valores do país.

O escritório CVD Advogados traz uma série de postagens relevantes em seu blog. Com foco no mercado de recuperação de ativos financeiros, tem forte atuação em casos de investimentos fraudulentos (pirâmides financeiras, esquema Ponzi, falsas corretoras de investimentos, oferta irregular de investimento), além de prestar assessoria jurídica nas áreas de direito trabalhista, previdenciário, empresarial, civil e penal, através de um time de advogados preparados para atender os clientes. Não deixe de conferir todas as áreas de atuação e entre em contato com um dos escritórios de advocacia mais admirados do país.

Dr. Jorge Calazans

Dr. Jorge Calazans

Reconhecido como uma das principais autoridades em fraude financeira no Brasil, Jorge Calazans e o escritório Calazans e Vieira Dias Advogados se destacam por sua defesa intransigente dos direitos dos investidores e na recuperação de ativos em casos complexos de fraudes, incluindo pirâmides financeiras e esquemas Ponzi.

Acesso Rápido

Serviços

Nosso Escritório

2023 Todos os direitos reservados à Calazans & Vieira Dias Advogados